sexta-feira, setembro 16, 2005

Assim não está a dar!

Lembro-me de me sentir sufocada neste país (já era adulta).
Porque estou hoje a sentir o ar irrespirável?
Afinal, O Poder agora é dado por regras democráticas... faz parte dessas regras o risco de ser dado ao Engenheiro Posso, Quero e Mando.
Há que procurar os locais respiráveis, mas como a escola tem um portão que não a protege, estou mesmo a precisar de 2ª feira... da minha sala de aula. (Claro, também está na escola, mas tem estado de porta fechada, não está contaminada)

6 comentários:

Miguel Pinto disse...

Isabel
Bem a propósito, escrevi no meu cantinho que o individualismo acaba por ter efeitos profiláticos: O individualismo centrado na sala de aula. Só espero que a inépcia do governo não provoque maiores danos no entusiasmo do professor.

IC disse...

Miguel, e que outras espécies de individualismos não consigam causar também danos no entusiasmo de professores.

Miguel Pinto disse...

Isabel
Podes clarificar?

AnaCristina disse...

Hoje passei por uma situação de individualismo que me magoou muito... Dar dar e não receber... Haver recusa em partilhar, em trabalho de equipa...

Deve ser este individualismo causador de danos que a Isabel fala.

IC disse...

Miguel
Também o que a Ana Cristina refere, mas não só em termos de fundo. Creio que terás ficado esclarecido nos meus 2 comentários no diálogo que acabámos de ter no teu blog, mas acrescento que também há "pelouros" instalados que podem não ser os melhores para, pelo menos, uma colaboração essencial e necessária no imediato para que sejam as escolas a dar dignidade educativa a uma medida que, pela sua precipitação, corre o risco de não ser mais do que o tal guardar e entreter meninos (muitos já bem crescidos). E o exemplo da Ana Cristina aponta para a desmotivação e descrença de MUITOS que nas escolas começam por estar disponíveis para dar a dignidade que referi apesar da sobrecarga que os novos horários trazem a quem já trabalhava 35 horas.
Miguel, esclareci? Ou achas que estou a ver mal?

Miguel Pinto disse...

Estou esclarecido e concordo no essencial contigo.