quarta-feira, agosto 31, 2005

Fim das férias!

Que ideia essa de pintarem o fim de férias a cor de rosa!!! Ainda mudei para tons de cinza, mas depois lembrei-me das filosofias do pensamento positivo, do não contrariar os sinais que a vida nos dá, etc.... Bem, não foi a vida, foi só o Google que me acenou com o cor de rosa, mas, pelo sim, pelo não, decidi não contrariar...
Pode ser que o J.M. (o meu presidente) amanhã tenha alguma notícia cor de rosa. Além de que... que cor iria eu dar às férias do C.C. e da M.M. (equipa de horários), que se dispuseram a ter férias na 2ª quinzena de Julho para começarem a trabalhar a 1 de Agosto? (A puxarem pelos neurónios para não haver horários zero e para não porem tarefas absurdas nas tais horas...) (Ainda negam que os professores é que vão impedindo que as escolas vão ao fundo?)


Adenda (1 de Setembro) - Bom ano lectivo para todos!_____________________________________________________


Ya se ha abierto
la flor de la aurora.

(¿Recuerdas
el fondo de la tarde?)

El nardo de la luna
derrama su olor frío.

(¿Recuerdas
la mirada de agosto?)

Federico García Lorca

5 comentários:

AnaCristina disse...

Pois é...
Vamos recomeçar!
E neste momento, relembro todos os colegas que ficaram sem colocação.

Dou-me ao luxo de dizer que alguns deles são melhores, em termos de trabalho, que alguns QE e QZP que já encontrei nas escolas...

Vou até à minha escola! Quero ver o que me espero, se bem que já tenho uma ideia: programas novos de 12ºano.

Bom Ano Lectivo a todos!!

IC disse...

Ana Cristina, bom ano também para ti :)

maria disse...

Estou também com alguma curiosidade em saber como a minha digna vp terá aplicado ou não a ocupação das horas não lectivas nos horários. De resto poucas surpresas terei, a minha escola está mesmo "torta".

IC disse...

Maria, temos que puxar pelo sentido de humor quando virmos os nossos horários... não disseram os nossos colegas, aí no post da escola torta, que uma escola direita perdia a piada? :))

crack disse...

Bom ano lectivo para todos.
Como bem diz a Isabel, as escolas "fizeram o pino" para minimizarem as consequências das novas medidas de restrição, porque, e apesar das opiniões de pendor mais economicista, passou-se do 8 ao 80 sem medidas de transição, e não podemos esquecer os muitos milhares de professores que ficam no desemprego e todos aqueles que ficarão com horário zero, sem que isso venha a representar uma real melhoria no funcionamento das escolas e num mais eficaz acompanhamento dos alunos.