quarta-feira, outubro 26, 2005

contrastes...

Calm Sea

Hebry Moret (1896), Calm Sea at L’lle de Groux

Angry Sea

Thomas Moran (1911), The Angry Sea

4 comentários:

Rui disse...

Da minha casa vejo o mar lá ao longe: hoje, Angry Sea, fora de dúvidas!...
Já agora, um esclarecimento: ando muito cansado e com pouco tempo para vir à net, acabo por vir apenas umas duas vezes por semana. Se não deixo sempre um comentário, não quer dizer que não esteja atento ao que escreves.
Um abraço

IC disse...

Obrigada, Rui. Também ando muito cansada e vou deixar o meu cantinho abandonado por uns diazitos porque deixei coincidir várias tarefas para um mesmo curto prazo.
Da minha janela não vejo nem mar, nem rio, nem árvores, mas de vez em quando ponho por aqui uma imagem a lembrar-me a calma :)
Um abraço

f... disse...

Da minha janela também não vejo o mar ... e que falta me faz!!!

Mas tal como SMB:

"Quando eu morrer voltarei para buscar/os instantes que não vivi junto ao mar"

IC disse...

f... :)
Obrigada pela visita.