quinta-feira, maio 14, 2009

No 4º aniversário deste blogue

Iniciei o blogue com a ideia de escrever algumas memórias relacionadas com a prática de ensino como professora de Matemática, primeiro no 2º Ciclo, depois no 3º, e como directora de turma, pensando essencialmente nessa disciplina de tão grande insucesso e na minha convicção de que a diminuição desse insucesso passa muito pelos métodos e estratégias de ensino-aprendizagem. Não fazia ideia se seria lida por alguém, mas depressa o Miguel me descobriu e, a partir daí, fui conhecendo colegas com quem senti grandes afinidades, vindo a criar elos de amizade e tendo tido o prazer de conhecer alguns pessoalmente.

Mas logo surgiu Maria de Lurdes Rodrigues como ministra da Educação, e a atenção foi desviada para a sua política, para as suas medidas, para os seus efeitos nefastos na Escola Pública e nos professores e para a luta destes. Luta que continuei (e continuo) a sentir como minha também, mesmo depois de me aposentar, pois a Educação, além de ter sido paixão para mim, é essencial para o futuro do meu país, onde, inclusivamente, irão crescer e viver dois dos meus quatro netos (dois, porque tenho duas netas na Suiça, onde nasceram e vivem).


Entretanto, a blogosfera dos professores adquiriu grande visibilidade, sobretudo por blogues que permanentemente informaram em cima da hora sobre a catadupa de decretos, despachos e ofícios do ME, esclareceram, analisaram criticamente, denunciaram e mobilizaram para a luta. Mas, ao fim destes quatro anos, sinto saturação, até porque MLR, ao atolar os professores e as suas reuniões de papelada, retirou espaço e tempo para o tabalho colaborativo nas escolas no âmbito do que é o mais importante: as aulas e os alunos. Trabalho que é indispensável para a discussão e partilha de métodos, estratégias inovadoras e troca de experiências bem sucedidas - enfim, para um trabalho formativo que acabou por estar excluído da própria ADD.


Ora, com a visibilidade e popularidade que ganhou entre os professores, a blogosfera poderia também proporcionar essa partilha e debate de experiências e ter uma componente formativa, até porque muitas aulas continuam com métodos estagnados, rotineiramente iguais às do ano anterior e dos precedentes, onde os alunos sentem tédio, o que contribui para a própria indisciplina. Mas a sala de aula e os alunos estão silenciados na blogosfera dos professores, quer pelos autores de blogues, quer por aqueles que apenas comentam, salvo algumas excepções entre as quais se destacam os blogues da 3za e do JMA.


A minha desmotivação foi sendo crescente, traduzida por intermitências e pausas, muitas vezes intercaladas quase só por coisas ligeiras como um poema, uma canção, uma estória.


Este dia de aniversário seria adequado para encerrar este blogue. Mas, tal como não deitamos para o caixote do lixo os nossos albuns de recordações, também, pelo menos por enquanto, não quero apagar um espacinho onde tenho memórias e recordações.

Assim, mantenho-o ao menos como um cantinho meu onde às vezes me apetece escrever, outras apenas guardar para mim um poema, um quadro, uma canção... coisas assim. Prevejo mais intermitências e pausas, até ao dia da pausa final, pois a tudo chega o momento do fim.

Tal como deixei de gostar de fazer anos porque isso me lembra que estou velha, e só não ignoro o meu aniversário porque a família não deixa, também o meu blogue não quer bolinho com velinhas nem canção de parabéns - "parabéns" já não faz sentido.

Mas termino repetindo que tenho pena que a blogosfera não seja melhor aproveitada também para espaço pedagógico formativo através de troca e debate de ideias, sugestões e experiências inovadoras bem sucedidas (saliento "troca e debate", o que é diferente de mera exposição) no sentido de criar nos alunos o gosto por aprender e de promover o verdadeiro sucesso educativo, sobretudo no ensino básico pois, após ele, corre-se o risco de ser demasiado tarde.


Até logo!

8 comentários:

Marina disse...

Entao, simplesmente, ate logo! ;-)

3za disse...

Ok... nada de parabéns... mas não te livras de beijoca no Sábado. :)

Fátima André disse...

Inteiramente de acordo... e um até breve :)

Madalena disse...

Mas eu transgrido: Parabéns, Isabel. Por ti! Para ti! Entro sempre nesta tua casa com um respeito imenso e, nem tu imaginas, como eu gostava de me sentir invadida por este respeito, mais vezes e em mais lugares! Este respeito é a minha medida. Hoje vou transgredir a tua regra, mas é só hoje: Parabéns,Isabel. Não é fácil criar um blog que não se limita a ser um espaço de profissão, mas que representa o seu autor no seu todo: pessoa/professor! O teu blog é uma lição de cidadania e não só de Matemática ou Tic. Orgulho-me muito de estar representada ali ao lado, na tua selecção! Obrigada! Beijinhos e até já, como tu queres!

Isabel Preto disse...

Concordo tanto com as palavras da Madalena!
Não se encontram muitos blogues como o teu, Isabel!
Há um prémio para ti, no meu blog...em dia de aniversário.
Beijinhos.

Isabel Preto disse...

Fico à espera das tuas estórias, que tantos valores transmitem.
Não nos deixes, Isabel.

Miguel Pinto disse...

:) :)

IC disse...

Até logo a todos ;)

Madalena, apesar de transgredires, muito obrigada pelas tuas palavras carinhosas.
E muito obrigada também a ti, Isabel, pelas palavras e pelo prémio.

Um abraço a todos.