terça-feira, setembro 12, 2006

Para não estar em silêncio

Vim aqui num instante deixar uma canção, para o cantinho não estar em silêncio.
A escolha não teve a ver com nada do presente, nem com a letra, apesar de gostar muito dessa canção. Teve só a ver com o cantinho se chamar Memórias e a canção ser também a recordação de uma prenda - um disco de 45 rotações - de alguém que a vida levou cedo. Um breve momento em que a memória trouxe uma lembrança (breve, apenas o momento em que a lembrança veio de súbito)


Frank Sinatra - My Way

Uma Memória para ti, J.

_________________________

ADENDA
E, a propósito de silêncio, deixo também um pensamento que, para mim, já tem a ver com o presente...

É muito silêncio
enquanto as flores não crescem
e os poetas dormem.


Eolo Yberê Libera

6 comentários:

Arte por um Canudo 2 disse...

Muito profundo!..

TsiWari disse...

um dos meus temas favoritos...


bjo.

Tit disse...

Obrigada pela música Isabel. Gosto muito...
Bjnhs e fica bem.

Miguel Sousa disse...

vá lá Isabel, não me imites...quem costuma ficar tolo sou eu...quero te firme e hirta, mandando os fogacho mordazes...beijinho

IC disse...

Eu tenho o cantinho mais ou menos em intervalo, mas recebo os comentários no mail... não me levem a mal que venha aqui responder especialmente ao Miguel.
1º: Contigo estou descansada, pois se às vezes ficas "tolo" (= abatido), logo a seguir enrijas e não desistes dos "fogachos mordazes" ;)
2º: Penso que também podes ficar "descansado" comigo, pois eu só estou a precisar de um períodozinho de silêncio. (Mas já deves ter reparado que, mesmo assim, não resisto a passar por outros cantinhos e a ir abrindo a boca nas respectivas caixas de comentários ;)

Beijinhos a todos.

3za disse...

Só beijinhos. Muuuitos!