quarta-feira, setembro 20, 2006

Apenas anotando um texto e deixando duas imagens

De um "passeio" pela A Página da Educação, que não visitava há um tempo:

"A humanidade caminha muitas vezes para o abismo sabendo sempre evitá-lo" - artigo de José Paulo Serralheiro.
_________________________________________





Odilon Redon

Guardian Spirit of the Waters (1878)

Flower Clouds (1903)             

6 comentários:

Arte por um Canudo 2 disse...

Vale a pena dar uma vista de olhos.É para reflectir...O medo é uma das visões da nossa sociedade.

Daniela Mann disse...

Eu diria mesmo que o medo é a visão perdominante da sociedade!
Um abraço da Daniela

TsiWari disse...

E eu diria antes "A humanidade caminha para o abismo sabendo, por vezes, evitá-lo"

;)*

Marina disse...

Ola!
O comentario no cantinho da Tit deixou me inquieta e vim espreitar!
;-)

Eu apetece-me completar a frase anterior...posso?

A humanidade caminha para o abismo, sabendo, por vezes, evitá-lo, mas não tendo, muitas vezes, coragem de o fazer...

Beijitos

henrique santos disse...

Isabel
o comentário que deixaste no blog do JP iluminou-me e deixou-me com Esperança. Ao vir aqui, fiquei ainda melhor...
Obrigado

IC disse...

Henrique, eu tenho uma perspectiva (e uma "filosofia", talvez) optimista sobre os processos evolutivos, mas as concretizações das esperanças têm custos, nomeadamente o da espera. Nos momentos de preocupação (como nos dolorosos nas vidas pessoais) o tempo parece infindável, mas, à posteriori, muitas vezes se vê que foi só uma parcelinha de tempo (e, hoje em dia, o "tempo" anda depressa) ;)