quinta-feira, agosto 03, 2006

P.S.: Deixo canções...

Uma das 'minhas' canções de sempre, depois do vinil nunca a encontrei em cd - Geraldo Vandré...

Caminhando e cantando e seguindo a canção
Somos todos iguais, braços dados ou não
Nas escolas, nas ruas, campos, construções
Caminhando e cantando e seguindo a canção

Vem, vamos embora que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora não espera acontecer
(...)
Pelos campos a fome em grandes plantações
Pelas ruas marchando indecisos cordões
Ainda fazem da flor seu mais forte refrão
E acreditam nas flores vencendo canhão
(...)
Os amores na mente, as flores no chão
A certeza na frente, a história na mão
Caminhando e cantando e seguindo a canção
Aprendendo e ensinando uma nova lição

E a voz de Maria Bethânia...

Há canções e há momentos
que eu não sei como explicar
em que a voz é um instrumento
que eu não posso controlar
Ela vai ao infinito
ela amarra a todos nós
e é um só sentimento
na plateia e na voz

...


6 comentários:

Arte por um Canudo 2 disse...

Lindissimo!Bom gosto.
A harmonia do som fica retida não se sabe onde e quando menos estamos a contar estamos a cantarolar.Abraço

Tit disse...

Passei para deixar um beijinho, uma boa pausa, seja ela fora, na cidade, com mais ou menos livros, e agradecer as músicas...
Boas Férias

Madalena disse...

Um beijinho muito grande para ti, Isabel! Lá estou, por aqui, "em trânsito", não só de espaços mas também de gerações.... Volto hoje para o Algarve, para o reino da confusão.

Miguel Sousa disse...

belas canções, numa época em que os políticos estão de férias tentando arranjar forma de nos enganar hihih quem sabe se deixam embalar

TsiWari disse...

A canção Caminhando" ("Prá não dizer que não falei das flores"), foi composta em 1968...já!

Isso pode justificar o vinil :-)

Mas há uma versão fantástica pela não menos fabulosa Simone (do Brasil, claro) - com edição em cd.

Se a quiseres, Isabel, mando-ta com todo o gosto.

Bjo e boas férias.

3za disse...

Por favor... envia-me esta... já me comovi e é tão cedo ainda............. queria deixá-la na teia.............. Beijinho grande.